Lawrence Henle, Advogado

Lawrence Henle

Vila Velha (ES)
5seguidores14seguindo
ENTRAR EM CONTATO

Sobre mim

Veni, vidi, vici
Contador e Advogado graduado pela Universidade Vila Velha, regularmente inscrito nos órgãos de classes competentes, com vasta experiência no campo trabalhista e tributário, especialista em Direito Trabalhista e Tributário pela FDA!

Principais áreas de atuação

Direito Tributário, 33%

É o segmento do direito financeiro que define como serão cobrados dos cidadãos os tributos e outr...

Direito Empresarial, 33%

Antigo Direito Comercial, é o ramo do direito que estuda as relações privatistas que envolvem a e...

Direito do Trabalho, 33%

Conjunto de normas jurídicas que regem as relações entre empregados e empregadores, são os direit...

Comentários

(127)

Recomendações

(59)
Lucas B. S., Engenheiro Mecânico
Lucas B. S.
Comentário · há 8 meses
Fico extremamente feliz por ler um artigo que foge do burro pensamento mainstream/keynesianista/desenvolvimentista/TMM/etc.

Mas me decepionei com um ponto que infelizmente foi repetido: Que "inflação zero é algo ruim".

De onde tirou isso ?

Se a inflação for zero, a impressão é nula. E para por aí.

O dinheiro que já está na economia continuará na economia, valendo, inclusive, cada vez mais, a ponto de ser recomendada uma segmentação (o que é diferente de imprimir)

Inflação zero não significa esterilização de moeda.

Fosse isso, haveria deflação, que é quase tão ruim quanto a inflação, por influenciar nas perspectivas e nas quantias que devedores terão de pagar. Mas Felizmente, não é deflação.

---------------------

O texto do autor foi orientado para leigos (e alguns já formados em "certas" faculdades brasileiras). Aos mais curiosos, tomo a liberdade de acrescentar detalhes:

1 - Uma moeda com inflação zero (que não sofre impressão do governo) mantem sempre o mesmo valor. Porém, tem-se a impressão de que ela se valoriza, pois a produção de bens materiais cresce a cada dia, reduzindo o preço de cada item, dando a impressão de que as coisas estão mais baratas.
Isso, obviamente, em países que Não interferem na economia nem nas leis; Países livres.

2 - Há quem se beneficie da inflação: os bancos. São eles os primeiros a receber dinheiro impresso, podendo fazer compras no comércio antes que os comerciantes façam o ajuste de preços.
2.1 - Bancos conseguem o dinheiro impresso pois o Banco Central compra títulos de dívida pública em posse dos bancos. E faz isso pagando uma fortuna.
Esta manobra é feita propositalmente pelo BC para reduzir a taxa interbancária conhecida como SELIC.

3 - O autor mencionou que inflação corrói o câmbio e as importações.
3.1 - Isso acontece porque o câmbio é o quociente do poder de compra de duas moedas. Como a inflação destrói o poder de compra de uma delas, enquanto a outra se mantém estável, há aumento do resultado do quociente.
3.2 - A perda do poder de importação é péssima porque há bens, principalmente alimentícios, que tem um preço em dólar em qualquer lugar do planeta. São as commodities.
3.2 - Câmbio alto incentiva a exportação de bens, o que é péssimo para um país, pois gera fuga de bens dos quais necessitamos. Nenhuma exportação é benéfica, pois só traz moeda de troca, o que não é fundamental no comércio internacional.

4 - Inflação é um fenômeno milenar: reis da antiguidade acrescentavam metais de menor valor ao ouro ou prata das moedas correntes.

Perfis que segue

(14)
Carregando

Seguidores

(5)
Carregando

Tópicos de interesse

(11)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Vila Velha (ES)

Carregando

Lawrence Henle

Av Fortaleza, 1111, ap 501 - Vila Velha (ES) - 29101-572

Entrar em contato